Quanto você me olhou pela primeira vez

Nossos olhos se cruzaram e a única sensação que pude sentir foi um formigamento no pé. Uma dormência que foi subindo lentamente pela minha perna, e despertou as borboletas que moram em meu estômago e que há muito dormiam – elas estavam te esperando!

Quando você me olhou, um segundo se transformou, de repente, em todo o tempo que eu precisava para saber onde mora a felicidade. Eu pude notar, nesse piscar de olhos, que nossos laços se cruzavam de tempos atrás, quem sabe de outras vidas.

Eu pude sentir a sensação de estar em casa novamente, depois de um longo dia de trabalho, e de jogar minhas chaves sobre a mesa, e ainda vestido deitar no sofá enquanto você pergunta como foi o dia, dizendo que eu nunca estive tão lindo como estava naquele momento. Você gosta de elogiar, e eu te amo mais por isso – apesar de sempre ficar sem jeito.

Mesmo ainda sem te tocar, eu senti o seu calor e lembrei de você deitado no meu peito, fazendo os planos mais loucos para o futuro e me tornando cúmplice do que comecei a chamar de “nossas loucuras”, o nosso jeito louco e inocente de ver o mundo.

876692

Você sempre esteve aqui, eu sempre te senti. E nesse segundo que nossos olhos se cruzaram eu descobri que não era louco, era só um paciente esperando pelo remédio. Era a cura de uma doença que eu não tinha. Era a alegria do beijo doce pelo amanhecer. E você rindo do meu cabelo bagunçado, enquanto eu te enchia de beijos te dizendo que você é a coisa mais bonita que eu já vi.

Depois daquele olhar meus domingos nunca foram os mesmos, e eu pude admirar o entardecer com todo o meu coração, sem ter medo da segunda-feira, afinal, depois de um dia longo, você seria a minha recompensa, o meu desejo de voltar pra casa.

Devo confessar que, devido a esse olhar, ganhei até uns quilos. Nós amamos comer, não é mesmo? Adoro quando, mesmo sem ter todo o dom de um chef, você cozinha coisas que me lembram de casa. Adoro seu jeito de me confortar e me fazer sentir parte do mundo.

Talvez você não saiba e eu nunca tenha te dito, porque eu tenho um sério problema em expressar o que sinto, mas eu só cheguei tão longe porque você estava me olhando, me apoiando. Era de você que vinha minha força de virar madrugadas a fio no escritório pensando em um jeito de mudar o mundo. Seu compromisso com a verdade, sua integridade, sua fé nas pessoas, sua bondade… É de você que vem a minha humanidade. Teu calor não me deixou ser frio, mesmo depois de tantas pancadas.

Não foi fácil chegar até você. Mas foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. Desculpe a demora.

Mas eu tenho certeza que você vai entender, quando os nossos olhos se cruzarem.

Leonardo Lino 24 anos, publicitário,  é um apaixonado por economia, política e filosofia. É um inimigo declarado do estado. Um minarquista pragmático. Tem como inspiração Ayn Rand e Ludwig von Mises. Gosta de falar abobrinhas, bobagens e jamais vai te levar a sério. Também tem um lado místico. Não olha torto que o santo é forte. Está aprendendo a escrever, desculpem os maus modos.

Poderia ser qualquer pessoa do mundo, mas é você

O dia está meio nublado, o que me faz querer ficar na cama por mais algumas horas pensando que poderia ser qualquer uma ao meu lado, mas o universo trouxe você.

Sempre procurei alguém que me apresentasse o mundo, hoje você me apresentou sua cama, suas fotos antigas e sua família. A descoberta desse mundo permitiu que o mundo nos descobrisse. Agora que ele nos conhece, os lugares que queremos visitar ficaram mais acessíveis, as línguas que sonhamos em aprender estão tão perto dos nossos ouvidos.

O mundo me trouxe até você para que pudéssemos mostrar a ele que estamos fazendo valer a pena.

O universo me preparou por tanto tempo para encontrar alguém como você. Alguém que estivesse pronta para receber o que meu coração insistiu em dizer para tantas pessoas erradas. Dessa vez eu acertei e aceitei que poderia ser qualquer pessoa nessa cama, mas eu escolhi você.

tumblr_lqxg5hxvGT1qh2ujco1_500

Eu queria conhecer o mundo e apesar da gente ter viajado bastante eu encontrei o melhor lugar para construir nossa morada. Eu estou em seu coração agora. E poderia ser qualquer pessoa, mas esse lugarzinho foi construído para abrigar os sentimentos mais sinceros que duas pessoas podem carregar em seus corpos. Poderia ser qualquer pessoa, mas você também me escolheu.

A gente nunca sabe se o amor da nossa vida vai estar na esquina da nossa casa ou do outro lado do mundo, se é nossa vizinha ou mora em outro continente. A única coisa que a gente sabe é que quando se trata de amor não há distância que te impeça de encontrar um novo mundo para morar.

Poderia ser qualquer pessoa do mundo, mas é você.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

A carta dos 22

Olá, sweet heart!

Hoje é seu dia e eu estou aqui para te dizer algumas coisas que eu gostaria de ter ouvido quando eu tinha 22 anos – e se eu tivesse ouvido, não teria me importado assim como sei que você não irá de imediato.

Sei que não sou tão mais velha que você, mas o que realmente conta na vida são as experiências, não a quantidade de dias que carregamos em nossos corpos. Então em seu aniversário, te desejo um feliz, feliz, feliz ano. Você merece – e eu espero que você veja isso também.

Mas mais do que tudo, desejo que você receba um presente este ano. Um presente chamado let it go (“deixe ir”) – e não, não é a música. Alguns anos atrás, eu estava exatamente onde você está e se alguém me dissesse que dependia de mim, somente de mim, pra eu me levantar e deixar alguns sentimentos irem embora… Eu teria chorado na frente de todos.

Eu costumava pensar que o amor que eu sentia iria me acompanhar para sempre – com ou sem ela – e ela era uma piranha! Graças a Deus eu a deixei ir. Mas a questão é: eram só contos de fadas que eu me fiz acreditar. Nós conhecemos um monte de gente durante nossas vidas. Tem 7 bilhões de pessoas respirando no mundo. Por que deveríamos “ter” somente UM amor? Isso seria muito injusto – com todos nós! E é por isso que conhecemos novas pessoas. E é por isso também que algumas pessoas ficam em nossas vidas só por um tempo.

tumblr_lhws8yYRjg1qe4q9mo1_500

Assim, em seus 22 anos, eu desejo que você realmente queira deixar esses sentimentos irem embora do seu pequeno corpo. Que todos os pedaços que a mantém para baixo vão embora desse seu gigante coração. O chão não é o seu lugar. Seu lugar é no céu. Um céu cheio de estrelas, como você.

Então: DEIXE IR. Depende de você, irmãzinha. Desista da idealização e vá ser feliz. Você merece um lugar melhor do que onde você está hoje. Não acha?

Em coração e em mente, eu estou nesse momento te enviando todas as energias que você precisa para acreditar que você merece mais. Muito mais. Que assim você consiga se levantar e caminhar para uma nova, e muito mais feliz, vida.

Algumas vezes na vida é melhor viver sem a poesia mas com a felicidade verdadeira. Seus textos tristes irão acabar, sua inspiração talvez diminua – ou aumente com os textos mais felizes que você já escreveu –, você vai dormir bem e confortavelmente… Então o que você tem a perder? Nossa vida é hoje. Só hoje. E só por hoje você tem que ser feliz. Depende de você. O que você vai fazer sobre isso? Assistir a vida passar ou passar com a vida?

Eu sei que esta é uma carta pesada para uma carta de aniversário, mas eu, como irmã mais velha, não aguentaria te ver ficar em modo de espera por mais um ano. Eu quero ver você correndo atrás dos seus sonhos, com o peito aberto para o que Deus, ou o destino, ou a vida reservou para você. Mas é você quem tem que abrir os olhos para ver o que é seu. Caso contrário, alguém pode roubar isso de você. E eu acho que não é isso que nós queremos.

Por último, desejo que você goste do livro e deste presente mental – o último mais que o primeiro.

Te amo e espero que este ano a faça se sentir infinita, por 365 dias.

Com amor e tapas na cara,
Carla Oliveira.

Assim que recebi essa carta e o Leonardo Lino a leu para mim a minha vontade era de chorar, mas eu travei. Eu a reli outras vezes e estava preparada para ouvir tudo que essa carta tem a dizer.

Só estou compartilhando ela aqui porque foi algo que me fez evoluir muito e claro, o tapa doeu.

Espero que vocês estejam prontos para deixar ir.

Obrigada Carla pelas palavras e Leo por acompanhar de pertinho esse progresso! – Amo vocês.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Dicas para equilibrar seus sentimentos

Vivemos uma miscelânea de sentimentos durante toda nossa vida. Às vezes, no mesmo dia, você pode sentir do amor ao ódio em um piscar de olhos. A vida é dinâmica e a gente também. Por isso, é importante aprender a equilibrar seus sentimentos para que nenhum deles te domine.

As técnicas são simples. Inclusive podem parecer simples demais, mas funcionam. Vamos lá:

tumblr_m492m7i6c31rwur42o1_500

DESCUBRA SE O QUE VOCÊ SENTE É REALMENTE SEU

Já esteve em um lugar ou situação e, do nada, você começou a sentir-se triste, irritado, nervoso, angustiado?

Muitas vezes captamos as energias do local ou das pessoas com quem estamos, por isso uma auto-análise breve é fundamental para se manter alinhado.

Faça perguntas do tipo “Esta angústia que eu estou sentindo é minha?”, ou “Eu tenho motivos para me sentir triste?”, ou ainda “de onde vem essa raiva que eu estou sentindo? Não tenho motivos para sentir isso…”

Facilmente você vai descobrir que está carregando algo que não é seu, e restabelecerá seu equilíbrio.

ENTENDA QUE TUDO PASSA

Ao nos depararmos com uma situação difícil, tendemos a acreditar que aquilo vai durar para sempre. Não vai, pois nada é para sempre. Entender que o que se vive é breve e está acontecendo para te ensinar alguma lição é fundamental para não deixar abater-se.

Tente enxergar a vida como um jogo e você como um jogador. Não foque em seus problemas, mas nas soluções que você imagina para eles. Até as mais absurdas valem. Muitas vezes a resposta que procuramos está bem ao nosso lado, e nós deixamos passar por nos concentrarmos no problema e não na solução.

ACEITE QUE NADA É SEU

Seja o carro, o emprego, o namorado… Nada é realmente seu. Nós somos passageiros do tempo e coisas vem e vão a todo o momento em nossa vida.

O apego é um dos nossos maiores inimigos em busca da felicidade. Apegar-se a pessoas, a idéias, a objetos, situações, tornam você escravo de si mesmo e das circunstancias, e todos sabemos que você não quer viver assim. Entender que você é senhor apenas de si mesmo, dono apenas de suas escolhas e consequências farão de você uma pessoa mais calma e serena. Deixe tudo aquilo que precisa ir embora ir. Reduza seu sofrimento. Aceite que você merece algo melhor e o melhor só pode chegar na hora que o ruim der espaço.

NÃO PEÇA PACIÊNCIA

Pedir paciência é uma grande armadilha. Sempre que pedimos paciência, Deus, o Universo, a Vida ou como você queira chamar, nos dá oportunidade para exercitá-la. Como você exercita a paciência? Sim, isso mesmo: ficando irritado. E você não quer isso, né?

Ao invés de pedir paciência, peça sabedoria. É muito mais útil e os resultados são muito melhores.

E POR ÚLTIMO, PREOCUPE-SE MENOS

Existe um provérbio chinês que diz: “Se o problema tem solução, não esquente a cabeça, porque tem solução. Se o problema não tem solução, não esquente a cabeça, porque não tem solução.”  E é exatamente isso. Ao invés de focar no problema, foque na solução.

Por exemplo: Ao invés de ficar pensando nas dívidas, foque na solução – ganhar dinheiro. Ao invés de pensar que você está gorda, pense na solução – Vou me matricular numa academia.

Se você se irrita com alguma pessoa ou ambiente, pense que ficar irritado só faz mal a você mesmo. Coloque fones de ouvido, leia algo, abstraia… Assim o tempo passa mais rápido.

Espero que essas dicas simples tenham ajudado. Tente sempre buscar o equilíbrio, e deixe a energia fluir naturalmente.

Paz e bem para você.

Namastê!

Leonardo Lino 24 anos, publicitário,  é um apaixonado por economia, política e filosofia. É um inimigo declarado do estado. Um minarquista pragmático. Tem como inspiração Ayn Rand e Ludwig von Mises. Gosta de falar abobrinhas, bobagens e jamais vai te levar a sério. Também tem um lado místico. Não me olha torto que meu santo é forte. Está aprendendo a escrever, desculpem os maus modos.

Procure por alguém que bagunce sua vida

Não se assuste com o título, mas é fundamental encontrar alguém que vire sua vida de cabeça para baixo.

Assustador, não? Pensar que seus planos não estão direcionados,  que o almoço hoje não vai ser no mesmo restaurante, que a viagem do final de semana vai ser programada dentro do carro na hora de partir e aí você vai ter que dar um puta salto para fora da sua zona de conforto sem GPS, bússola ou mapa.

Encontre alguém que te ligue no meio do trabalho para dizer que está passando um filme sensacional no cinema e que vai passar te pegar assim que você sair. Encontre alguém que chame sua mãe para o jantar, que vá ao zoológico com seu irmão mais novo, que cozinhe sem saber cozinhar e que dance sem saber dançar.

tumblr_lwi5jhcQbW1qetidro1_500

Encontre alguém que poste fotos suas quando você acorda ou que grave um vídeo de você falando enquanto você dorme. Encontre a menina que te faça experimentar um novo sabor de sorvete, de pizza, de cerveja – um novo sabor da vida.

Busque por alguém que te faça dormir nos lugares mais inusitados do universo, ou na cama dos pais dela. Busque por alguém que te beije na frente de velhos chatos conservadores e mentes fechadas e depois comente o ato: “ué, eles têm que engolir isso, mesmo porque engolir o nosso amor só vai fazer bem.”

Encontre uma pessoa que cante no carro enquanto você dirige e depois passa um microfone imaginário para você terminar de cantar uma música super antiga do grupo Ls Jack. Encontre uma pessoa que te faça perder uns minutinhos de trabalho porque te algemou na cama e esqueceu que você tinha uma reunião importante.

E, quando encontrar essa pessoa, agradeça todo dia por ela transformar sua rotina nessa loucura gostosa, por transformar sua vidinha monótona nas aventuras dos descobrimentos do mundo que vocês chamam de seus.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Mesmo que você não saiba, a Fresno já falou por você

Eu estava sentada na sala de aula com o olhar perdido para o menino que sentava na minha frente, a classe estava em caos, o professor já tinha desistido da matéria, mas na minha cabeça só passava a decepção de saber que dois dias atrás eu estava no estado mais lastimável que já me encontrei.

Uma amiga reconheceu a desesperança no olhar daquela adolescente de 16 anos que tinha passado pela primeira decepção amorosa da vida e disse: “olha, escuta essa música, eu sei que não vai melhorar, na verdade, vai piorar, mas um dia você vai ver sentido nisso.”

A música tinha o nome mais estranho que eu já tinha visto, Stonehenge. Para quem não sabe o significado dessa palavra, Stonehenge é um alinhamento megalítico da Idade do Bronze, localizado no sul da Inglaterra, mas a ligação do nome da música com o sentido dela até hoje eu não sei.

O fato é que aquela letra me tocou, foi o meu primeiro contato com a banda, e a partir daí o circulo de sentido começou a ter seus efeitos.

Aquele dia eu saí mais cedo da escola e marquei de cabeça o nome da banda, que até hoje é apenas o nome de um rio, de uma cidade e de uma árvore.

timthumb

Ouvi o que a internet me proporcionava e todas as letras dominaram o meu consciente. Eram versos regidos por palavras que expressavam exatamente o que eu queria dizer para o mundo e eu achava que nada no mundo poderia falar por mim. A Fresno conseguiu.

A banda tem hoje 15 anos de estrada, e foi rotulada por muito tempo como emo ou piegas demais. As letras que antes transbordavam sentimentalismo eram o que o meu coração, e o de muitas outras pessoas, sentia. Foi assim que o grupo ganhou espaço na mídia e milhões de pessoas cantavam com força na garganta as palavras que as sufocavam.

Pois bem, a Fresno seguiu seu caminho no ramo indie. Sem nenhuma gravadora, fez 2 EP e 1 CD independente e pautou as novas músicas com revolta e inspiração, traçando letras mais adultas e conceituais. Em suma, os caras priorizaram sua origem e lutaram para continuar sua jornada.

A carreira dos caras começou a fazer parte do meu dia a dia, músicas como: Desde Quando Você Se Foi, Redenção, Duas Lágrimas, Cada Poça Dessa Rua tem Um Pouco de Minhas Lágrimas e Milonga foram fundamentais para entender e aceitar mais as perdas da vida.

Estou quase fazendo 22 anos e tive a oportunidade de ir a 3 shows deles: o primeiro em 2012 e o último ainda este ano. Cada vez que escuto eles ao vivo, o coração pulsa e as lembranças de cada música se transportam para os meus olhos. O fato é que a Fresno decodificou os monstros e transformou isso em arte, passou a compartilhar isso e reorganizou a ideia de uma penca de gente que sofreu por amor.

As músicas atuais estão mais centradas em temas alarmantes para a sociedade, Manifesto é a obra mais centrada que a Fresno expôs ao mundo e não fala de amor, fala de justiça e mesmo assim é tocante e emocionante.

Não me lembro quantas vezes a música Diga Parte 2 me fez ter a entonação mais grave da minha voz para cantar a parte mais revoltante que eu conheço em uma música. É essa revolta, esse peso que tiro das costas que faz eu me sentir leve, capaz e motivada.

Se um dia eu pensei em desistir da vida e das pessoas, a música Sobreviver e Acreditar me pôs em pé, me empurrou para frente e destacou que eu precisava ser melhor que isso. E ainda que eu me perca no turbulento oceano de sentimentos, sei que aquela primeira música fez todo o sentido e vai continuar fazendo por anos.

Vão tentar derrubar, que é pra me ver crescer

E às vezes me matar, que é pra eu renascer

Como uma supernova que atravessa o ar

Eu sou a maré viva… Se entrar, vai se afogar.

Se esse verso não te fez sentido agora, pode apostar, ele ainda vai fazer.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Sinta-se vivo

Respirar não é suficiente para sentir-se vivo. É preciso muito mais que isso: ambições, sonhos, paixões, amores, lugares a se visitar, pessoas encantadoras, músicas que dizem por você, filmes que te levam para onde queria estar – ou que te mostram a realidade, nua e crua. Alguém pode se sentir vivo por ter o trabalho dos sonhos. Acordar às 6 da manhã todo dia e, mesmo assim, se sentir vivo por fazê-lo. Uma mulher pode se sentir viva pelo simples fato de ter dado vida a uma nova criatura.

Eu? Eu preciso de múltiplas razões para me sentir viva. Mas, de todas elas, eu preciso do encantamento, da paixão. Do amor que nunca vira bom dia. Das declarações diárias. Do cotidiano marcado pelas surpresas de uma mensagem espontânea. Da vontade de se encontrar no meio de uma tarde de segunda-feira.

Preciso da contradição de me sentir viva ao perder o ar entre beijos intermináveis e incontroláveis. Do prazer de dividir o mesmo colchão de solteiro e misturar o som da tua risada com a minha entre gargalhadas e conversas sérias. Busco pela ânsia de nunca me cansar de conhecer o outro e, mesmo vendo os defeitos, ainda sim querer estar junto logo após a despedida.

A minha vivacidade está na cumplicidade de dividir as alegrias, tristezas e chateações – sejam elas quais forem. Quer prazer mais vivo do que se sentir à vontade, como se conhecesse alguém a mais tempo do que de fato se conhece?

tumblr_ll93ckh60z1qdqy85o1_500_large

Uns sonham em ter grandes empregos, fazer grandes viagens, ter grandes conquistas e construir grandes famílias. Meu sonho inclui tudo isso: quero sim conhecer o mundo, quero ter um emprego que me permita fazê-lo e manter uma família. Mas isso, pra mim, só tem sentido se tiver, do meu lado, um amor. O amor da minha vida. Que acorde do meu lado todo dia e que, ao fazer isso, me lembre instantaneamente do porque estou aqui.

Isso, pra mim, é sentir-me viva. Ter alguém do meu lado para todas as horas. Que me desperte todos os melhores sentimentos e aspirações. Que, mesmo aos 90 anos, me faça sentir as borboletas no estômago como uma adolescente durante sua primeira paixão. Que me deixe com saudades em menos de um dia longe.

Amor, pra mim, é vida. E nada, nem ninguém, no mundo inteiro, há de mudar isso*.

*Muitos tentaram, mas não vão me derrubar do meu mundo de amor. E obrigada a você, que está aqui hoje e me lembrou do que realmente sou por dentro. E desejo a vocês que ninguém no mundo possa te desvirtuar do caminho do amor recíproco, leve e pacífico. Porque amor é paz, se for diferente disso… É qualquer coisa, menos amor.

Carla Oliveira

Carla Oliveira Jornalista por formação, apaixonada pelos encantamentos diários por destino. Há 23 anos tenta escapar dos sentimentos, mas sem eles fica sem sentido. O cheiro que mais gosta é aquele teu que gruda na pele dela. Ah: canceriana, intensa, extremista e chata.

Quando existe amor, demonstre

Se um dia seu corpo todo foi tomado pelo amor e seus pensamentos inundados de felicidade plena, não deixe de dizer isso a quem tem pelo menos um terço da responsabilidade disso. Um “obrigada por me fazer feliz” é tão significativo quanto um “eu te amo” e faz uma baita de uma diferença.

Amar e não demonstrar é a mesma coisa que ter o mundo de palavras para soltar e se calar. É como se você quisesse conectar seu olhar com quem você ama e, quando pegar ar para dizer, se fechar e engolir garganta a baixo o sentimento.

As pessoas não conseguem prever o que seu coração quer transmitir, não dá para eu entrar em você e investigar o que te faz se esconder, não dá para eu achar o seu “eu te amo” sem você me dizer. E se o medo do tempo não existir, deixe eu saber que um dia você foi grata por abrir um sorriso e que a única culpa que devo carregar é por ter te feito muito melhor.
umeusemvoce

Fico imaginando quantos sinais você deixou de me dar, quantas vezes você pensou em dizer que alguma foto minha estava incrivelmente linda. É justamente quando penso no tempo que temos aqui que me perco na tristeza de saber que você nunca me procurou, que na minha frente é a guria mais durona e fria do mundo mas quando se vira se enfraquece e desmorona, e eu, que não sei de nada, fico imaginando que você foi quem esqueceu primeiro, e olha que eu tentei ocupar a primeira posição nessa maratona do esquecimento.

A insegurança de olhar para dentro é tão grande que você faz questão de mentir sobre si mesmo para continuar ocupando o cargo de quem sobreviveu, nem por um segundo se quer soube sentir sua dor e analisa-la, afinal, é mais fácil viver se enganando do que pegar a merda de um carro e me encontrar para dizer o que seu coração tanto quer falar.

O mundo pode acabar amanhã e eu nunca vou saber se o meu calor pode aquecer as coisas por aí, o mundo pode acabar amanhã e você vai passar esse tempo se perguntando se ia ser diferente se você pegasse o celular, digitasse meu número e me surpreendesse com um: “Puta saudade de você”.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Porque UmEuSemVocê?

Eu teria pelo menos uns 4 assuntos para abordar em textos filosóficos de como o mundo funciona na minha cabeça já que essa semana foi difícil e bastante reflexiva. Pois bem, é hora de organizar tudo em palavras para transmitir alguma mensagenzinha que chegue até os corações de vocês.

É a primeira vez que vou falar do blog no blog. O Um Eu Sem Você surgiu numa madrugada solitária quando eu não conseguia dormir e inventei de escrever o que eu tinha aprendido depois que atingi o estágio do término de um namoro. Achei a ideia de transmitir mensagens por meio dos aprendizados que tive sensacional, além de, claro, estar me livrando aos poucos das dores que todo-ser-humano-que-já-se-apaixonou-na-vida-sente.

O nome diz tudo: Um EU Sem Você – ou melhor, quem eu me tornei depois de você. Já parou para refletir quem você se tornou depois de saber que era hora de começar do zero? O que você inventou de fazer nos finais de semana, com o que você anda se divertindo para fugir da realidade, qual está sendo seu universo paralelo para acalmar seu universo central? Quem você é depois de ter perdido o amor que julgava que merecia?

profile_novo_2

Foi então que convidei dois dos mais entendedores de desamores que já conheci na vida: a Carla e o Léo – dois dos meus melhores amigos e que foram alpinistas na fase em que eu estava no fundo do poço. Até hoje aprendo com esses dois e foi assim que surgiu a vontade de compartilhar tudo que esses 3 corações têm a oferecer a vocês.

Não posso esquecer de uma pessoa que não hesitou em entrar nessa aventura com a gente, o Jonathas, Sabe esse design que o blog tem? Sabe essas fotos de tipografias no caderno? É o Jonathas quem faz e ela manda benzão.

Juntos, formamos – até o momento – o UmEuSemVocê, que acabou deixando de ser apenas (m)eu e está crescendo com uma baita guzirada se identificando com esse projeto que surgiu por uma decepção amorosa.

Como disse no começo do texto, a semana foi difícil, tive tempo de sobra pare refletir sobre a minha vida e tudo que eu tenho para dizer é: VIVA IMENSAMENTE. VIVA. A vida é teu melhor presente, faça dela a sua melhor aventura.

Esse blog é só mais um exemplo de que a vida me deu um limão e eu resolvi fazer uma limonada. As nossas decepções poderiam ficar guardadas na gaveta e vocês nunca iam ter uma compreensão significativa do que o amor pode nos trazer, mas a gente escolheu transformar nossas dores em arte e hoje escrevemos para os corações mais desacreditados e os mais inusitados.

Cada história é um aprendizado e compartilhar isso foi a forma mais sincera que encontrei de transformar tudo que me afogava em oxigênio para respirar.

O legal é que a gente ama contar histórias, mas amamos ainda mais ouvi-las. Quer contar para gente o que você aprendeu, qual é sua visão do mundo, quer desabafar, ou simplesmente escrever para aliviar o core? A gente adora conhecer mais dos nossos leitores.

Escreva para: umeusemvoce@outlook.com. O Jonathas estreou a coluna do leitor, quem sabe o próximo não pode ser você?

Fiquem ligados também que estamos preparando outras mil novidades para ampliar ainda mais essa coisa gostosa que é escrever para quem quer nos ouvir falar.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Mas livra-nos do mal. Amém!

Você pode ter religião. Pode não ter. Pode acreditar em destino ou pode viver do acaso. Pode achar que tudo é fruto das suas escolhas ou pode achar que o universo tem um plano pra você. Talvez você seja do tipo cético ou talvez seja do tipo místico. Independente de tudo aquilo que você acredita ou não, uma coisa essencialmente todos somos: humanos.

Seja pelo Kharma ou pelo acaso, a natureza humana é absolutamente focada no aprendizado. Nós estamos em constante aprendizado, dia após dia. Eu, como todos sabem, acredito piamente que as coisas estão todas conectadas, e que as minhas preces são atendias.

livrai-me-de-todo-mal

Não importa o tipo de lição que você pratica, o importante mesmo é aprender. A minha última lição – fresquinha, de ontem mesmo – foi baseada na expectativa aliada à doação. Dada a experiência que vivi ontem à noite (long story, caro leitor. Perdoe-me a deselegância), eu deveria estar escrevendo um texto cheio de melancolia, revolta, raiva e ódio. Eu deveria estar aqui disseminando todo o mal que senti percorrer o meu corpo nas últimas horas.

Mas não. Sentei, meditei, respirei, orei e decidi que carregar esses sentimentos é exatamente aquilo que eu não quero pra minha vida. Eu decidi que vou transformar toda essa negatividade em perdão, resignação, piedade e bondade. E olha, não é fácil. Me deitei às 03h e ainda não dormi. Agora são exatamente 09h19 e eu estou aqui, acordado, com a cabeça a milhão sentindo um mix de emoções que eu não pensei que pudessem coexistir.

Sempre que você sente algo por uma pessoa, cria uma expectativa e se decepciona, provavelmente você sentirá o mesmo que eu senti. Nós não controlamos os nossos sentimentos. No entanto, podemos aprender, pouco a pouco, a transformá-los. Você não precisa e não deve carregar nada de negativo com você. Sentir raiva, amargura e coisas do tipo é tomar veneno e esperar que o outro morra. Não se mate.

O primeiro passo para aceitar a decepção é entender o primeiro parágrafo do texto: somos humanos. Somos fracos, suscetíveis ao erro e ao impropério. Somos seres tão complexos em nossa originalidade que errar torna-se parte essencial de nossa existência. E é do erro que tiramos as lições.

Veja: eu gostei, me entreguei, dei meu melhor, fui meu melhor, fui inteiro. E recebi metade, recebi o descaso, recebi aquilo que eu não desejaria para ninguém. Mas e daí? Culpar o outro por escolhas minhas não me lavará para um lugar melhor.

Sabe, esses tombos fazem com que nós nos olhemos por dentro, que vejamos quão belo é o nosso ser e quão maravilhosos nós somos. Às vezes nos esquecemos disso para viver em prol do outro, em prol de algo que não sabemos se é coisa sólida ou se é mole feito areia. E o tombo nos faz encontrar o perdido: a beleza e o amor que existe em nós, de fato. E se quem estava com você não quis enxergar isso, não quis viver isso, não quis aceitar esse presente maravilhoso que é você, qual o problema? Presente caro não pode ter dono barato.

O ponto que quero deixar registrado aqui é que tudo passa, e pode passar mais rápido se você compreender que tudo o que vai é porque não era para ficar. É “livrai-nos do mal, amém!” e agora você junta caquinho por caquinho desse coração e se refaz. Pois ao contrário do vidro, você não fica quebrado pra sempre.

Seja luz, fique na luz, espalhe a luz!

Namastê!

E eu queria deixar aqui registrado o meu agradecimento público às minhas amigas, aos meus guias e anjos, sem as quais eu viveria imensamente mais triste e incompleto. São nesses momentos que a amizade verdadeira se fortalece ainda mais, e as novas aparecem. Gratidão ao universo e aos anjos por tamanho presente. Não sei se sou merecedor de tanto. Amo vocês, amigas! ❤

Leonardo Lino

Leonardo Lino 24 anos, publicitário, trabalha com Marketing Imobiliário e é um apaixonado por economia, política e filosofia. É um inimigo declarado do estado. Um monarquista pragmático. Tem como inspiração Ayn Rand e Ludwig von Mises. Gosta de falar abobrinhas, bobagens e jamais vai te levar a sério. Está aprendendo a escrever, desculpem os maus modos.