Quando existe amor, demonstre

Se um dia seu corpo todo foi tomado pelo amor e seus pensamentos inundados de felicidade plena, não deixe de dizer isso a quem tem pelo menos um terço da responsabilidade disso. Um “obrigada por me fazer feliz” é tão significativo quanto um “eu te amo” e faz uma baita de uma diferença.

Amar e não demonstrar é a mesma coisa que ter o mundo de palavras para soltar e se calar. É como se você quisesse conectar seu olhar com quem você ama e, quando pegar ar para dizer, se fechar e engolir garganta a baixo o sentimento.

As pessoas não conseguem prever o que seu coração quer transmitir, não dá para eu entrar em você e investigar o que te faz se esconder, não dá para eu achar o seu “eu te amo” sem você me dizer. E se o medo do tempo não existir, deixe eu saber que um dia você foi grata por abrir um sorriso e que a única culpa que devo carregar é por ter te feito muito melhor.
umeusemvoce

Fico imaginando quantos sinais você deixou de me dar, quantas vezes você pensou em dizer que alguma foto minha estava incrivelmente linda. É justamente quando penso no tempo que temos aqui que me perco na tristeza de saber que você nunca me procurou, que na minha frente é a guria mais durona e fria do mundo mas quando se vira se enfraquece e desmorona, e eu, que não sei de nada, fico imaginando que você foi quem esqueceu primeiro, e olha que eu tentei ocupar a primeira posição nessa maratona do esquecimento.

A insegurança de olhar para dentro é tão grande que você faz questão de mentir sobre si mesmo para continuar ocupando o cargo de quem sobreviveu, nem por um segundo se quer soube sentir sua dor e analisa-la, afinal, é mais fácil viver se enganando do que pegar a merda de um carro e me encontrar para dizer o que seu coração tanto quer falar.

O mundo pode acabar amanhã e eu nunca vou saber se o meu calor pode aquecer as coisas por aí, o mundo pode acabar amanhã e você vai passar esse tempo se perguntando se ia ser diferente se você pegasse o celular, digitasse meu número e me surpreendesse com um: “Puta saudade de você”.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.