Você não precisa curar a carência

Porque carência não é doença, é sintoma!

Assim como eu, acredito que muitos passam fases de extrema carência. Estive um período longe do blog, e pude tomar esse tempo para me observar, me conhecer, e tentar entender a origem desse mal que muito me aflige.

Como todo ser humano, tenho minhas limitações e necessidades. E o tempo me fez perceber que boa parte das respostas que eu preciso estão disponíveis no Universo. Basta que eu vá buscá-las.

Em minhas investigações pude compreender que a carência não é um mal em si, mas sim o sintoma de um muito maior que vem acometendo cada vez mais pessoas: a falta do amor próprio.

Com essa falta, é natural que nosso ego vá tentar encontrar o que precisamos nos outros. E por isso estamos sempre precisando de mais amor, mais atenção, mais carinho, mais abraços, e daí sentimos mais ciúmes, nos sentimos mais frustrados, mais tristes, mais incompletos e é óbvio! Não importa o quanto recebamos dos outros, pois, para nós, sempre será insuficiente. Não há como encher nossa alma com outro combustível que não o nosso. E nesse processo nosso ego vai ficando cada vez mais e mais viciado nas “massagens” que recebe. Vai esperando cada vez mais atenção, cada vez mais exclusividade, cada vez cria mais necessidade e a nossa frustração só aumenta.

Para combater a carência você precisa buscar meios de entender e aceitar que você é um ser suficiente em si, e que nada no mundo pode te dar aquilo que você já possui. Só o amor próprio cura. E quando ele cura, os sintomas desaparecem. A falta de auto-estima é a doença que deve ser tratada.

Para isso, os passos são simples mas requerem total determinação. Seu EGO está viciado, e você precisa desintoxicá-lo para começar o processo. Tente começar entendendo que ninguém no mundo lhe deve nada. Não existe sequer uma pessoa que tenha obrigações para com você. As pessoas são livres, assim como você também é. O que nós damos e recebemos deve partir – SEMPRE – de nosso livre arbítrio. Espere menos delas, e espere mais de você.

Procure em seu interior características que você ame. Sua inteligência, seu humor, seu companheirismo, seu carisma… Eu tenho certeza que aí dentro mora um ser humano muito iluminado, dotado de todas as coisas boas do universo. Depois que descobrir, reforce essas características. Quando você perceber as suas qualidades, vai entender que aquele namorado de quem você tanto espera não é alguém melhor que você, que não existe perfeição em ninguém, e que você não precisa dele, você está com ele porque quer!

Cuide de você. Se você não amar o reflexo que vê no espelho, como pode amar aquilo que você não vê? Malhe, se alimente bem, perca peso, mude o cabelo, radicalize. Comece se amando cada dia mais, de fora para dentro.

Invista em você. Estude, leia aquele livro, veja aquele filme, viaje, trabalhe. Acrescente, todo dia, um novo conteúdo em sua mente. Descubra e aprenda coisas novas. Seja diferente, queira ser melhor. Nunca é tarde para começar aquela pós, ou até mesmo outra faculdade…

Espere mais de você. Pois quando você espera de você, acaba, por consequência, esperando menos dos outros. Todo dia, pela manhã, diga para si mesma aonde quer chegar, que coisas quer fazer, que lugares quer conhecer, com quem quer conversar. Determine metas, prazos, objetivos. Seja um ser humano que faz sua existência valer a pena. Tenho certeza que você pode. Eu acredito em você.

Entenda que pessoas são só pessoas. E elas não podem te dar tudo aquilo que você quer. Você não muda ninguém, não melhora ninguém, não conserta ninguém. As pessoas mudam, evoluem e crescem apenas por vontade própria. Apenas por percepções particulares, nunca porque você quer que elas mudem.

Sei que não é tarefa fácil consertar a si mesmo. Mas sei, também, que sofrer de falta de amor próprio é muito pior. Sei que sentir ciúmes é muito pior. Sei que esperar algo que nunca chega é terrível. Aquela ligação, aquela mensagem, aquela atenção… Tudo isso é angustiante. Então espero que você consiga. Espero que você tente. Que se dê uma chance.

Há uma vida toda pela frente. E você merece ser feliz, sendo de si mesma.

solidao-nao-se-cura

Leonardo Lino 24 anos, publicitário,  é um apaixonado por economia, política e filosofia. É um inimigo declarado do estado. Um minarquista pragmático. Tem como inspiração Ayn Rand e Ludwig von Mises. Gosta de falar abobrinhas, bobagens e jamais vai te levar a sério. Também tem um lado místico. Não olha torto que o santo é forte. Está aprendendo a escrever, desculpem os maus modos.
Anúncios

Um Eu Em Carta #3

Oi Mile, tudo bem? Está assustada com uma carta que veio do futuro, ou melhor, do SEU futuro? Não fique, aqui deixo alguns conselhos para que você sobreviva e seja feliz.

Você ainda não tem noção nenhuma do quanto você vai ser importante e vai conhecer pessoas incríveis, mas confie em mim, eu sou você com 22 anos.

As coisas em casa não estão muito bem, né? É importante que você tenha paciência porque a mãe vai passar por um momento de grande evolução, e você também. Então tenha calma e continue sendo a companheira dela. Daqui uns 10 anos vocês serão melhores amigas e você vai poder contar tudo que sufoca seu coraçãozinho.

Peço que você se prepare porque é com 13 anos que você vai conhecer a pior dor do mundo e vai entender que os anjos ficam no céu. E se você não compreender essa mensagem agora, entenderá aos 17 anos.

Aproveite essa idade para estar perto dos seus amigos da escola, você terá momentos lindos perto deles e eu te garanto, depois de 10 anos alguns vão te convidar para sair e vai ser a mesma coisa.
Carta Jamile

Essa carta deveria ser enviada quando você completasse 16, é nessa idade que sua evolução começa a expandir. E eu estou aqui para tentar te ajudar com tudo que irá acontecer a partir de 2009.

O sonho de ser uma jogadora de futebol não vai acontecer e ler isso agora vai doer, porém não se esqueça que sua missão no planeta é bem maior.

Você vai conseguir um emprego no zoológico da cidade, parece pouca coisa, né? Exceto por um pequeno detalhe: lá você vai encontrar a garota que vai te tirar do fundo do poço. Vocês vão viver uma história louca e, hoje, ela vai ser seu porto seguro. Nunca, nem por um segundo, sonhe em se afastar dela, essa garota vai te ajudar a construir a sua história. Quando encontrá-la de macacão circulando pelo Zoo, seja amiga dela, ela é a pessoa mais doce do mundo e você vai precisar de toda essa doçura algum dia.

É também com 16 anos que você vai se aceitar gay, então fique tranquila porque esse seu pensamento de que você é diferente de todo-o-resto-do-mundo é mentira. Com 16 anos você vai encontrar muitas iguais a você e vai se identificar com pessoas que vão te aceitar do jeitinho que você é. Portando nunca use saia e nem vestido, você não precisa disso e nunca precisará.  – Um segredinho entre nós: Na sua formatura da faculdade, SIM, FACULDADE! Você estará espetacular em um blaser –

Bom, você vai se apaixonar de verdade e vai ser a coisa mais gostosa que você sentiu na vida. Você vai sorrir a toa, vai passar horas no telefone, vai fazer loucuras, vai sentir frio na barriga, você vai amar como nunca amou em sua vida e essa é a única certeza que eu ainda tenho. Mas cuidado, você só tem 16 anos e o amor bateu muito forte dentro de você, aproveite e desfrute desse sentimento porque ele vai durar pouco, e quando acabar, mile, ele vai doer. Vai doer muito, você vai passar uns meses sem querer comer ou ver as pessoas e quando você for se abrir para sua mãe ela não vai entender. E então vai doer o dobro (mas perdoe, ela está tão perdida quanto você, e não esqueça: aos 22 tudo ficará bem). Nesse momento você vai precisar daquela menina que trabalhou com você no seu primeiro emprego e ela vai te salvar. Portanto, deixe ela ser sua salvação.

Mas eu estou viva! Sendo assim, você vai sobreviver e vai superar! Antes de você conseguir seguir em frente você vai errar, e vai errar feio. Agora você é forte e já administra seus sentimentos melhor, vai saber iludir, mentir, desvalorizar as pessoas e até mesmo machucá-las. Não me orgulho desse tempo em que você se tornou fria e ignorava o sentimento das pessoas. Vai demorar para você cair na real e ver que ser sincera com elas e com você mesma é a melhor solução.

As recaídas vão chegar, então aceite, vai passar 2 anos depois do término do seu primeiro namoro e você ainda vai sentir falta dela e vai chorar. Mas você vai continuar sua vida.

Quando você completar 17 anos, uma nova fase vai começar, uma fase de grandes conquistas e de coisas boas. Você vai entrar na faculdade de jornalismo (está surpresa? Eu também fiquei) e conhecer pessoas incríveis. Vai viajar, ganhar prêmios e compreender que o futebol não era o seu futuro, afinal, agora você se descobriu na comunicação, e, olha, você é boa nisso.

No seu último ano de faculdade o destino vai te surpreender e vai trazer de volta (sei lá porque, pois até hoje não entendo) aquela que você amou aos 16. Vocês vão namorar, usar alianças, ter contato com família, vão dormir juntas, acordar juntas e se amar. Você vai ser feliz, mas não se anime muito, vai acabar.

Agora é o momento que você deve estar pensando: “Quando algo de bom acontece na minha vida, algo faz dar errado e BOOM, acaba”. Mas lembra que você evoluiu? Então, Mile, dessa vez, você vai saber lidar melhor, mas o sofrimento vai ser o mesmo, a vontade de não comer e de sumir do planeta terra também vão te consumir.

Você vai chegar ao momento mais triste da sua vida: a faculdade vai acabar e agora você é formada, seu estágio vai acabar, e, novamente, a idealização que você tinha sobre o amor também vai ter seu fim. Você não vai ter nada e vai se sentir um nada também, o vazio vai preencher seu coração e sua cabeça.

Você leu tudo isso e deve estar assustada com tanta coisa que ainda vai acontecer, mas é agora, com 22 anos, que você vai entender que foi preciso passar por tudo para ser quem você é.

Lembro que algumas vezes você sentiu falta de um amigo, ou a falta da atitude deles, então fique tranquila, eu te asseguro, VOCÊ TEM OS MELHORES AMIGOS DO MUNDO. Você vai viajar com eles, vai sorrir com eles e eu te prometo, são eles quem vão te fazer feliz.

Não se preocupe com o amor, ele te ensinou a voar e você aprendeu a caminhar com os pés no chão, e quem sabe o destino não te surpreende novamente, não é?

É fundamental você nunca parar de escrever, escreva sobre tudo, tenha um diário, escreva sobre suas músicas, sobre seus filmes, crie poemas, letras, romances, mas nunca pare, isso fará toda a diferença. O conhecimento que você vai ter é o que vai te diferenciar de todas as outras pessoas do universo.

Ah, não posso me esquecer, viaje sempre que puder. Sabe esse seu sonho de conhecer o mundo? Vai começar a ter vida, então se prepare porque você tem muito o que descobrir ainda.

Seja mais confiante, a confiança que você deposita em você vai te abrir portas importantes.

Pode ser meio triste te dizer isso mas não crie muitas expectativas em cima das pessoas, elas vão dizer coisas que alegram seu coração mas 80% não vai acontecer. Suba, e suba alto, mas diante das suas próprias expectativas e realizações, é você por você.

E, Mile, sempre se lembre: VOCÊ VAI TER OS MELHORES AMIGOS DO MUNDO!

Acabo aqui essa carta consciente de que a vida vai te preparar durante todos esses anos para que hoje, completando 22 anos, você estivesse preparada para ser feliz.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Carta para você que está no meu lugar

Olá, caro(a) responsável pela felicidade dessa menina que deve acordar ao seu lado nos finais de semana, essa carta é para você. Eu não sei se você é um garoto ou uma garota e isso não me importa, já que as pessoas são capazes de se apaixonar por outras pessoas e não por gêneros.

Bom, você certamente precisará saber de algumas coisas que eu faço questão de te escrever.

Antes de firmar aquele famoso “acordo” de relacionamento sério no facebook tenha suas próprias certezas, essa menina não merece a ilusão dos amores que ela encontra. Ela merece a tua verdade, que, de fora, espero que seja sincera, como a minha um dia foi.

Se o relacionamento for intenso e verdadeiro dê, de preferência de surpresa, uma aliança, mas não as redondas que são clichê dos casais, nem com pedrinhas, pelo amor de Deus – ela não gosta de pedrinhas na aliança. Dê uma simples, mas que a faça lembrar que toda aquela simplicidade carregada no dedo da mão direita é o seu mundo dado a ela.

Ela vai ser a pessoa que mais te conhece no mundo, vai pesquisar coisas da sua banda favorita, da sua marca favorita, do seu filme favorito, do seu curso da faculdade e com todas essas informações ela vai acertar nos presentes. Portanto, não fique por baixo. Seja criativo nas datas comemorativas. Não precisa ter dinheiro, ela vai reparar na boa intenção do teu ato. Então, por favor, agrade essa menina com singelas atitudes de afeto e carinho diário. Se você não sabe, ela é canceriana, e bom…. Cancerianos normalmente são mais emotivos do que o normal e ela vai sentir falta da atenção diária que é dada a ela.

Deixe ela mostrar as reações químicas e os relatórios de cada aula da faculdade dela para você, mesmo que você não entenda nada. Veja como a letra dela é delicada e como ela se dá bem nessas coisas que provavelmente vão te assustar.

Se ela mandar foto de algum objeto, ou organismo, ou comida no microscópio, diga que a foto é interessante e que você quer saber mais sobre. Se vier uma foto com letras e números numa mesma folha, fique impressionado – não é qualquer um que entende de cálculo.  Observe ao menos uma vez o quão apaixonada pela profissão ela está e diga isso a ela.

tumblr_n9l86gOkqE1stpwsmo1_500

Quando vocês forem dormir juntos seja carinhoso, mas não o tempo todo. Saiba os momentos que você vai poder ser ousado e sempre busque surpreendê-la. Depois de todo aquele amor bem feito, deixe ela observar seu corpo até que ela se sinta na liberdade de encostar a cabeça no seu ombro e entrelaçar a perna esquerda dela com as suas.

É importante lembrar do senso de humor. Faça piadas internas, externas e comentários engraçados. Às vezes vai ser uma bosta e ela vai falar isso para você, mas em seguida ela vai rir, e você terá alcançado seu objetivo.

Quando ela estiver doente, a carência dessa menina se multiplicará e você não ouse em recusar estar perto dela e nem de ir buscar um remédio que está a metros de distância de você.

Se ela ficar brava com alguma coisa que você fez seja paciente e converse, o diálogo é a melhor solução, e de preferência olhe nos olhos dela para que haja uma compreensão do teu lado e do lado dela, que geralmente será o lado certo.

Dificilmente ela vai achar o corpo dela bonito, vai encontrar algo errado nos pés, nas mãos, no cabelo… Então faça com que ela se sinta linda até com a camiseta rasgada do Batman, diga como ela é perfeita quando acorda mesmo se a maquiagem dos olhos estiver chegando perto da boca. Se possível, cite o máximo de qualidades que você encontrar e crie uma lista para ela se lembrar do quanto é linda.

Caro responsável, você não vai encontrar alguém que chegue aos pés do que essa menina pode fazer por você, e quando se sentir realizado a culpa vai ser totalmente dela, sendo assim, seja a soma que eventualmente aumentará as perspectivas que essa menina tem do futuro, cresça com ela, faça planos e almeje o melhor. O amadurecimento das pessoas sempre atraiu o coração dela.

Por fim, declaro aqui minha satisfação em saber que esses métodos serão cumpridos e que dessa vez a felicidade plena baterá em sua porta.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Cuidado com a falsa felicidade

Penso que, na vida, a felicidade pode se apresentar das mais variadas maneiras. Desde as coisas mais simples até os maiores acontecimentos. Mas a felicidade é um produto caro, legítimo e único de sua espécie. E como raridade, muitas vezes acabamos comprando gato por lebre e levamos para casa a ilusão de “ser feliz”.

A verdade é que ninguém É feliz. E isso não é um poema parnasiano. Não pense em se matar agora porque eu te disse que ninguém É feliz. Isso já é um conceito batido. Todos sabemos que nós ESTAMOS felizes, como nós podemos ESTAR tristes ou cansados.

A felicidade, em si, é um conceito temporário e mensurável. Uma pessoa pode ter momentos felizes, muitos momentos felizes ou apenas a ilusão de que está feliz, pois, naquele momento, ela esquece de parte de seus problemas.

felicidade_eterna_1

Na verdade, a felicidade pode ser entendida como um estado de espírito elevado, uma sensação de plena paz espiritual que nada parece atrapalhar. Entretanto, a felicidade pode ser confundida, facilmente, com a ilusão da felicidade.

O conceito é simples: a pessoa sente-se feliz não por estar experimentando a paz de espírito, mas sim menos triste por esquecer dos problemas, por estar, temporariamente, preenchendo o inóspito espaço que existe dentro dela. Seja com drogas, álcool ou outros vícios que, em geral, não contribuem para o desenvolvimento do ser e o crescimento da consciência.

A ilusão da felicidade é barata, pode ser encontrada em qualquer esquina, em qualquer balada, em qualquer forma de fugir daquilo que se espera de sua própria vida. Veja, a falsa felicidade é tão perigosa, mas tão perigosa, que funciona como um atoleiro. As pessoas se afundam cada vez mais nela. Cada vez mais baladas, cada vez mais bebidas e cada vez menos paz de espírito.

Há uma desconstrução do ser. Ao passo que se avança rumo às ilusões, a tristeza aumenta, a ausência aumenta, a falta aumenta e tudo se torna cada vez mais escuro e solitário.

Fugir dos problemas, acreditar no efêmero, escapar… Esses não são remédios e não são a cura que a alma precisa. Antes de tudo, precisamos aceitar o que se passa em nossa vida, entender os motivos, aprender as lições. Agradecer.

Você merece a felicidade verdadeira. Mas fica difícil encontrá-la quando você escolhe viver na mentira.

Leonardo Lino

Leonardo Lino 24 anos, publicitário, trabalha com Marketing Imobiliário e é um apaixonado por economia, política e filosofia. É um inimigo declarado do estado. Um monarquista pragmático. Tem como inspiração Ayn Rand e Ludwig von Mises. Gosta de falar abobrinhas, bobagens e jamais vai te levar a sério. Está aprendendo a escrever, desculpem os maus modos.

Existe amor na política – Acredite

Escrevo num blog no qual a maioria dos posts fala sobre amor. Então, o que venho eu fazer aqui falando de política? Bem, você pode não perceber, mas a política influencia diretamente todas as suas paixões.

Somos seres humanos dotados de plenos conhecimentos científicos, comportamentais e até mesmo espirituais. Temos nossas vontades, desejos, paixões, preguiças… Coisas pelas quais só nós podemos viver e dar significado a elas. Pois bem.

Como seres humanos, a convivência em sociedade é fator quase obrigatório para nós. Temos que cooperar voluntária e coercitivamente (por meio do Estado) para que haja progresso científico, material e pessoal. E, até hoje, ainda não descobrimos outro modo de organizar a nossa vida em sociedade que não seja pela política.

Seja você um democrata, um minarquista, um republicano, um parlamentarista ou até mesmo um anarquista, você é um ser político (se for socialista você só é mal informado mesmo). E até que você nunca tenha se envolvido com ela diretamente, ela está envolvida diretamente com você.

“Mas Léo, eu sou um apaixonado por artes… O que minha paixão tem a ver com política?” – Para responder, é simples. Volte à ditadura militar. A censura é só um exemplo de como a política pode interferir na arte. Nos dias de hoje, tente comprar materiais importados para produzir suas peças. Com o dólar a R$ 3,00, é quase mais barato comprar um legítimo Picasso.

E não é só aí. A política influencia no seu futebol, na programação da TV, na qualidade do seu ensino, na comida que chega na sua mesa. Você já é um ser político, ferinha. Aceita que dói menos.

O poder de mudar uma nação está nas mãos de cada indivíduo.

O poder de mudar uma nação está nas mãos de cada indivíduo.

Temos um grande problema cultural em nosso país: as pessoas não acreditam na importância delas e da política, acham que “somente eu não mudo nada”… E aí vamos vivendo uma onda de violência endêmica, sistêmica. O estado nos mutila, a impunidade nos mutila, os impostos nos mutilam. E a gente só reclama, reclama e reclama. Vou te contar um segredo: reclamar não muda absolutamente nada. Nadica de nada. Só faz de você um chato.

Quer mudar a realidade? Faça política. Como? Converse com as pessoas. Espalhe ideias. Conheça teorias, saiba o que você está falando. Não adianta ser um ser político sem opiniões próprias, sem conhecer o que você fala. Envolva-se com paixão. Tenha candidatos. Vote. Ou não vote, mas saiba dizer exatamente os motivos pelos quais você não está votando.

Estamos no meio de uma crise, é inegável. Seja você governista ou não, o que você está fazendo para mudar o atual cenário no qual vivemos? Ou vai me dizer que você está seguindo sua vida normalmente? Está? Sério? Já tentou ir ao supermercado? Já pagou a conta de luz 100% mais alta este mês? Cancelou a viagem a Orlando porque o dólar subiu descontroladamente? Já cortou alguns rolês porque simplesmente o dinheiro não está dando? Se você respondeu que sim a qualquer uma dessas perguntas, a crise já te afetou. E, carinha, você também é responsável por ela. Seja por sua conivência com o governo, ou seja por sua abstinência em fazer política. Por qualquer um dos dois motivos, você também é responsável. Então comece hoje a fazer a sua parte. Tome um partido, faça uma escolha. Seja responsável pela sua realidade e por mudar aquilo que você acha que precisa ser mudado. Comece localmente, na sua casa. E deixe crescer. O mundo precisa de pessoas que acreditam, e eu acredito que você possa fazer a diferença.

Suas paixões estão diretamente ligadas a tudo o que vivemos. Está na hora de você perceber que existe amor na política, sim.

Leonardo Lino

Leonardo Lino 24 anos, publicitário, trabalha com Marketing Imobiliário e é um apaixonado por economia, política e filosofia. É um inimigo declarado do estado. Um minarquista pragmático. Tem como inspiração Ayn Rand e Ludwig von Mises. Gosta de falar abobrinhas, bobagens e jamais vai te levar a sério. Está aprendendo a escrever, desculpem os maus modos.

Se encontre antes de encontrar alguém

É comum a gente se preencher de gente que não nos preenche, mesmo porque ninguém pode fazer por você o que você julga ser impossível fazer sozinho. Se completar.

É triste perceber que olhar para dentro de si, na maioria das vezes, só acontece quando nos sentimos sozinhos, ou quando a corda que nos segurava e que nos mantinha em pé, se solta. É nessa hora, do caminho da altura da corda até nosso corpo chegar ao chão que começamos a enxergar nosso eu interior.se encontre antes de encontrar alguem

É também na solidão da queda que você estabelece uma conexão consigo mesmo, talvez por isso a escuridão seja tão assustadora. É hora de você se encontrar no teu próprio olhar, descobrir os planos que eles carregam, olhe para sua boca, repare nos seus dentes e perceba o que pode te fazer mostra-los. Se olhe, vá mais fundo, defina suas qualidades, seus talentos, se organize para praticar o seu reencontro.

Não adianta se antecipar e tapar os buracos do coração com areia fofa, uma hora você vai pisar nesse monte e vai se afundar, pior, vai levar quem está por baixo junto. Saiba gostar da sua companhia, assista um filme e debata, discuta um livro, entenda que a tua felicidade consiste no amor que você tem por quem você é.

E então vai ser nessa hora – quando sentirmos que não somos tão ruins assim – que vamos conseguir mostrar nosso verdadeiro eu, e então encontraremos outra corda, que vai nos manter leve e nos equilibrar, porque dessa vez sabemos que se a corda vir a se soltar, teremos a nossa própria de reserva.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Se puder, tenha amigos mais velhos

Ninguém vai te ensinar tanto quanto seus amigos mais velhos. Acredite, eles fazem toda a diferença.

Conhecer pessoas vazias é o mesmo que não conhecer, é por isso que seus melhores amigos devem ser pessoas que te encham de sentimentos e de conhecimento. É fácil ir para balada, dançar até o chão e sorrir a tôa por que está bêbado, é fácil ir para uma festa e escolher o próximo beijo na boca, difícil é sentar na mesa de um bar e falar de amor, debater a crise do país, construir ideias novas sobre sexualidade, se abrir, falar a verdade, chorar. Seus amigos mais velhos vão saber lidar com as suas crises existências, com o término de relacionamento, vão ouvir o seu conceito sobre  redução da maioridade penal, vão discordar de você, e mais, eles vão mudar a forma com que tu vê a sua vida.

Parece banal dizer que pessoas mais velhas podem te mudar tanto, mas não é. A experiência que cada um adquiri é relativa, e talvez você tenha sorte em ter gente que já passou por muito perrengue na vida ao seu lado. Gente que te ensine que perdoar é preciso e te oferecem um mundo de possibilidades para um sábado a noite. Gente que te indica livros, bandas, filmes e séries porque aquele conceito cultural trouxe algo de bom, gente que gosta de transmitir energias positivas, aprenda com seus amigos mais velhos. Eles vão te puxar a orelha e dizer que você está fazendo tudo errado, e se for preciso vão assumir o papel de mãezona do role para te mostrar que naquele momento, você estava sendo um babaca.

Tenha amigos mais velhos

Seus amigos mais velhos vão te chamar para viajar, e vão provar para você que o mundo é bem mais do que você imaginou, serão eles que vão te “desvirginar” com uma serie de coisas que você nunca pensou em fazer na vida.

Absorva os conselhos amorosos, sugue as dicas de comportamento profissional, guarde as mensagens motivacionais, memorize os ditados filosóficos do domingo a noite. Pratique amigos mais velhos na sua vida.

 

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Olá, mundo!

Esta é a primeira publicação de um projeto enorme com muita gente brilhante envolvida.

Não é novidade que informação é algo que todo mundo tem que ter, principalmente os jovens, que estão começando a formar opinião e expressa-las com mais frequência, mas para botar toda opinião própria para fora é preciso conhecimento, mais que isso, experiência.

O Blog Um eu sem você vai discutir e transmitir muita experiência quando o assunto é a falta de alguém, como é que é lidar com a perda de tanta coisa que nos faz bem, será que é possível sobreviver em meio a tanta dor? Acredite meu caro, eu ainda estou aqui.

Nós, os escritores desse aglomerado lugar de conteúdos, vamos expressar toda nossa formação de experiência com vocês. Teremos alguém que já sofreu muito por amor, já foi muito feliz pela mesma doença e hoje, escreve aqui. Tem gente que adquiriu tanta experiência com a vida que quer compartilhar isso com o mundo todo, e tem gente que vai distribuir conhecimento através de temas jamais comentados em um blog para o público jovem: POLÍTICA E ECONOMIA.

Estejam preparados, aqui, a verdade é estampada na cara.