A difícil tarefa de dizer “é tarde demais”

Há um certo momento na vida que a gente consegue refletir com maior clareza quantas pessoas bacanas passam por nossas vidas e a gente nem nota e quando nota não se permite dar o devido valor que o outro merece. Eu já fui assim, descartei sem noção algumas pessoas que poderiam mudar a minha realidade, e hoje, quando me dei conta, era tarde demais.

Eu nunca fiquei do outro lado, nunca fui a pessoa que tinha a difícil tarefa de pronunciar o “é tarde demais”, na verdade, eu nunca quis que fosse tarde demais. Só que as pessoas jogam fora, como lixo mesmo, algo tão puro e verdadeiro. E o “me desculpe, é tarde demais” é só a famosa confirmação do pensamento mais poderoso que sua mente carrega: Eu não mereço isso.

Quando a gente se dispõe a se doar para alguém, a gente se dispõe a esquecer o passado, aprende a lidar com as diferenças do outro, sente a imensa vontade de ir atrás dos sonhos do outro porque a maior satisfação é aquele sorriso que vez ou outra depende de você. Quando a gente se dispõe a ser do outro esperamos que no mínimo o outro seja da gente também.

A partir desse momento uma palavrinha chave domina seu corpo, vamos chama-la de: expectativa. E vamos culpa-la por 80% das nossas frustações. Nossa cabeça adora nos confundir, começamos a criar um novo sistema de pensamento positivo que vai levantando nossos pés do chão, e você até assusta porque não esperava que outra pessoa pudesse transformar aquele passado merda em um presente cheio de novas etapas.

 tumblr_lkl35x6Sif1qdqf3io1_500

O mundo tá cheio de gente babaca desperdiçando gente bacana. Aconteceu comigo também, e provavelmente vai acontecer com você.

É aquele ciclo, você dá a cara a tapa jurando que vai receber carinho, mas no final, o tapa vem, no meu caso, o tapa veio de um cara fortão todo tatuado e barbudo. Doeu. Foi Nocaute.

Agora eu entendi o sentido do “É tarde demais”, quando alguém fere todas aquelas coisas que você se dispôs a fazer, todas aquelas intenções puras, quando alguém te destroça você se dá conta de que tem pessoas que não são para você. Simples assim, elas não são capazes de merecer o teu coração. E é só.

A vida segue com pessoas babacas desperdiçando pessoas bacanas, porque todo mundo tem que aprender essa lição e pelo menos uma vez estar nos dois lados do “É tarde demais”.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s