Ser tia e espalhar felicidade

Quando eu soube que você iria chegar, confesso que não fui muito entusiástica, mas não pense que era porque eu não queria te conhecer… Eu apenas ansiava tanto a sua chegada que eu não sabia sequer como reagir instantaneamente. Eu meio que não acreditava que iria ser tia.

E então você chegou naquele dia 11 do primeiro mês do ano de 2011 e quando eu a conheci, eu não tinha intimidade para ousar te pegar no colo. Eu queria cuidar de você, mas não sabia se as minhas mãos iriam saber te cuidar da forma que merecia e sem te machucar, já que você era tão pequenina e frágil. Aos poucos, fui me soltando, você também, e em um carinho sincero na sua nuca, vi o seu primeiro sorriso e o meu coração se derreteu.

Os dias passavam e era comum ter a casa cheia de brinquedos pelo chão aos finais de semana e eu aprendia cada vez mais que o amor é bem mais puro e leve do que eu jamais havia suposto. Não é um amor de mãe ou pai que tem que se manter firme para educar, nem tampouco um amor de avó que só quer mimar… Esse amor de tia é um amor que mistura todos esses amores, proteções, mimos e um pouco mais.

Eu, acostumada com um sono rígido e longo, não me importava em acordar às seis horas da manhã para ser sua babá por algumas manhãs. Na verdade, era bem mais alegre do que dormir até às onze. Inventar brincadeiras se tornou rotina nos meus dias só para te fazer sorrir. Afinal, esse foi o papel que eu designei pra mim mesma: fazer-te sempre feliz – até mesmo às três da manhã, no meio do meu sono, quando a vovó não conseguia te fazer dormir.

tumblr_m2f9t1ewtO1qdkhk9o1_500

Aprendi que quando se é tia, não importa se você saiu ontem à noite e está de ressaca, você vai acordar cedo e vai encher um milhão de bexigas para o aniversário de um ano que sua sobrinha ou sobrinho sequer vai lembrar. Assim como também não tem importância fazer um papel de “ridícula” e tirar foto fazendo pose da Margarida ou sair com o cabelo bagunçado nela porque ela ou ele está nos seus ombros vendo o mundo do alto. O que importa, na verdade, é o sorriso dela ou dele.

Quando você aprendeu a andar, eu aprendi também que cada conquista sua me fazia sorrir e compartilhar isso com todo o resto do mundo. Confesso que devo, inclusive, ter cansado alguns ouvidos de tanto falar de ti, mas era inevitável.

Descobri que ser tia não importa se tens cinco ou cinquenta reais no bolso, mas o que tens será transformado em um pouquinho de demonstração de amor para que o seu sorriso vá de orelha a orelha (desde um sorvete, pescaria em Festa Junina, balões da Minnie, bonecos Little Poney ou seu primeiro patins).

Graças a você, eu pude saber o quanto é divino ter uma criança adormecida em meus braços após um dia cheio de risos, brincadeiras, escorregadores e balanços. Mas, acima de tudo, eu aprendi que quem exerce o papel de tia nessa vida o recebe para espalhar felicidade sem fim a esses seres pequeninos.

E eu, como tia, queria declarar que o que eu puder fazer para te proporcionar os momentos mais felizes da sua infância, adolescência e até mesmo juventude, eu farei – até mesmo voltar à minha infância e brincar na piscina com você e suas amiguinhas, fantasiando que sou a mãe sereia de vocês. Afinal de contas, você é a princesa mais linda desse planeta.

Avisa o papai e a mamãe que eu ainda espero pelo dia em que te levarei para conhecer o mar de Florianópolis e passaremos o dia construindo castelos de areia que o mar levará e eternizará embaixo do oceano, junto com esse laço imensurável de amor que criei por ti, minha menina feLiz.

Carla Oliveira

Carla Oliveira Jornalista por formação, apaixonada pelos encantamentos diários por destino. Há 23 anos tenta escapar dos sentimentos, mas sem eles fica sem sentido. O cheiro que mais gosta é aquele teu que gruda na pele dela. Ah: canceriana, intensa, extremista e chata.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s