Você não tem nada a perder

Já pensou na consequência dos seus atos? Já pensou no medo de agir? Já pensou que você, de repente, pode perder tudo? Seria interessante se você descobrisse que não possui nada.

Somos matéria. Carne, osso, mente, espírito. Somos a integração do divino com o banal, do místico com o realístico. Somos animais que, inexplicavelmente, até hoje criamos coisas que ainda não somos capazes de entender.

Muitos séculos já se passaram e ao decorrer dos anos o conhecimento foi se acumulando e tomando diversas formas variadas. Aprendemos a matemática, aprendemos biologia, aprendemos a física, dominamos as línguas, aprendemos a tecnologia, descobrimos a mente, estamos conhecendo o universo… E provavelmente você já se perguntou seu lugar nisso tudo.

Você já se questionou do porque está aqui, o que veio fazer nesta terra, qual o sentido da vida. E talvez você ainda não tenha encontrado nenhuma resposta plausível para nenhuma destas perguntas. E os motivos são óbvios. Você está aqui porque deve estar. E tudo está exatamente onde deveria estar.

wwb_img96

Somos ensinados desde pequenos, que temos que ser “alguém na vida”. A difícil tarefa de pertencer a alguma profissão que lhe traga satisfação pessoal, material, familiar – tudo em equilíbrio. Tentam nos ensinar a sermos super-heróis e o sucesso, muitas vezes, está ligado à quantidade de dinheiro que você consegue fazer.

Veja: quando nascemos, não somos dotados de nada além de pura fragilidade. Não somos possuidores – talvez até sejamos herdeiros e mesmo assim não possuímos – de absolutamente nada. Chegamos a este mundo como um ser indefeso, que necessita de cuidados e atenção e daquele momento em diante somos agraciados com coisas que passam pela nossa vida, que nos ensinam algo ou que se deixam ser usufruídas e que nos levam algo… Naquele momento, a única certeza que possuímos é que nada nos pertence.

Tudo o que temos nesta vida é emprestado. Você não possui seu carro, você não possui uma esposa, você não possui uma casa. Você está com um carro, você está com sua esposa, você está com sua casa. Estas coisas são emprestadas a você. Por isso, nunca, jamais, se apegue a elas.

Vejam, pode parecer paradoxal um liberal defendendo a não existência da propriedade privada. Ora, não é isso que estou fazendo. Aqui neste texto falo do sentido espiritual do ter, não do material.

Por mais que exista a ilusão de posse sobre algo ou alguém, ela acaba, inevitavelmente, na morte. Quando você desencarna, parte dessa pra uma melhor, cachuleta, bate as botas, ou simplesmente morre, e todas aquelas coisas que um dia você usou, voltam para o universo. E ele direciona para outras pessoas que irão usar aquilo que, um dia, você achou possuir.

Em suma, o seu direito de propriedade existe sobre a sua vida, sobre as suas escolhas, suas atitudes e sua moral. São seus feitos que ecoarão pela eternidade, não seus bens.

Tudo isso para lhe mostrar, apenas, que o apego prejudica nossa missão, e é em vão. Nada, e absolutamente nada, é digno de nosso apego. E eu não falo isso com facilidade. Aprendo da maneira mais difícil a desapegar, sempre que necessário. E a cada dia a tarefa de deixar fluir vai ficando mais fácil, mais sucinta, mais rápida.

Apegue-se, apenas, às suas realizações. Apegue-se ao bem. Apegue-se ao imaterial. É a única coisa que você levará contigo ao partir desta vida. Arrisque-se. Acredite nos seus sonhos, mude o mundo. Atreva-se. Agora você já sabe que não tem nada a perder.

Leonardo Lino 24 anos, publicitário, trabalha com Marketing Imobiliário e é um apaixonado por economia, política e filosofia. É um inimigo declarado do estado. Um minarquista pragmático. Tem como inspiração Ayn Rand e Ludwig von Mises. Gosta de falar abobrinhas, bobagens e jamais vai te levar a sério. Está aprendendo a escrever, desculpem os maus modos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s