A vida te surpreende, mas não espere

Certo dia me peguei pensando se alguém no meio de tanta gente já sentiu algo verdadeiro por mim. Acredito que essa pergunta, uma hora ou outra, atravessa os pensamentos de qualquer um que vive uma crise de emoções. Porque a gente sabe: está tudo ali, bem dentro da gente.

Parei e fixei meu olhar para o nada na tentativa de organizar tudo que estava vindo na minha cabeça. Passei horas e horas olhando o teto do meu quarto e a conclusão que tive era a que eu mais temia. EU PRECISAVA ESTAR SOZINHA.

A primeira pessoa que eu precisava afastar era a que estava mais próxima, mesmo sabendo que meu mundo estava uma bagunça. Todo mundo sabe que nada funciona sem organização, então me permiti sentir a solidão, afinal, ninguém merece sentir a maré turbulenta de sentimentos que eu vivia. Não parecia justo levar ninguém comigo quando o caminho era o fundo do poço.

Eu cheguei lá. Passei dias do trabalho para a cama, da cama para o trabalho, diminui a frequência que olhava as notificações do celular e acabei decorando a programação da TV. Meu conhecimento cresceu também, mergulhei nos livros e nos filmes, fiz de mim uma companhia agradável. Mas sempre te faltou ali, mesmo que seja por um simples momento dizendo que me amava, sem nem saber se o amor era mesmo tudo que queria sentir.

A ideia de me isolar tinha surtido efeito. Venci as recaídas, as decepções que frequentemente acontecem, venci também as expectativas, venci meu medo de ir ao cinema sozinha, ou de caminhar por lugares que, antes, eram importantes. Não procurei por ninguém, era eu e o mundo que eu criava em torno de mim.

tumblr_lfwivjOYAq1qfkznno1_500

Precisamos de um tempo nosso para reorganizarmos a ideia de quem somos e de quem queremos ser para as pessoas que nos cercam. Eu tive sorte por ter alguém que esperou meu tempo e quando eu estava pronta para sair, me estendeu a mão e me abraçou.

Agora tudo parece estar voltando aos trilhos, a bagunça tá se organizando e eu acreditando mais no potencial que o amor tem.

Volto a me perguntar, será que alguém no meio de tanta gente já sentiu algo verdadeiro por mim? A resposta veio logo com uma lembrança.

– Não esquece que independe do que acontecer depois disso aqui, depois desse show, ou desse beijo, eu te amo. Porra, como eu te amo.

A gente sabe quando todo o sofrimento se transforma em paz, a maré tá calma e o coração também.Vê se fica agora, porque o fundo do poço me fez ser forte, mas você me faz ser melhor.

Jamile Ferraz

Jamile Ferraz Jornalista, mas gosta mesmo é de romance barato. Virginiana com vida profissional, mas nunca conseguiu tomar um rumo na vida pessoal. Acredita em destino, mas nem tanto. Apaixonada por livros, cinema e a música é como combustível. Um dia vocês vão ouvir falar de mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s